domingo, 22 de abril de 2012

fálico


hora de finais é a exaltação do torcedor. não existe memória. existe o presente. acho lindo isso. sem ironia.

e acompanhar tantos jogos ao mesmo tempo me fez perceber o quanto o esporte - que tem como maior público o sexo masculino - é fálico.

não há jogo sem que se ouça ou se leia: CHUPA!

parece-me que há muito mais prazer no futebol do que desconfia nossa vã filosofia.

ítalo.

Um comentário:

FuteB.R.O.N.C.A.! disse...

Hahahaha, não haveria no mundo foto mais emblemática para o post. Sensacional.

Saudações!!!