segunda-feira, 21 de novembro de 2011

sou corinthiano


pelo meu irmão, luigi, de 8 anos, que escolheu torcer pelo timão desde que passou a curtir futebol. escolheu e não mudou. e por mais que rolem as brincadeiras de sempre em casa, uma vez que eu e meu outro irmão somos flamenguistas, eu torço pelo corinthians para vê-lo vibrando assim como tem estado. porque eu sei o que é vibrar por um time, por um título.

ele vibrou, neste domingo, graças ao mesmo jogador que me fez vibrar em 09. pouco me importa a vida do adriano. só me importa o fato de ele ser matador e saber fazer feliz o torcedor do time pelo qual ele joga.

o torcedor fanático do flamengo comemora o gol do adriano pelo fato de isso colocar o vasco como sério candidato ao vice-campeonato. pode até ser, mas eu não vejo e não sinto assim. porque não me incomodo em ver time carioca ganhando título. o futebol é grande demais para se apequenar assim. se eu for me sentir mal por cada vitória ou título de times rivais, eu não vivo. prefiro me sentir feliz pela felicidade de pessoas próximas a mim, por quem tenho muito gosto.

eu poderia torcer para que o vasco se sagrasse campeão, porque tenho amigos vascaínos que muito considero e pelos quais torço. mas prefiro ver meu irmão, em casa, comemorando um título que ele não pôde comemorar ano passado, por exemplo. e vou com ele, sim, pras ruas da cidade, caso se confirme tal conquista. 

o resto é resto.
no final da vida, a gente vai ver muito nosso time e tantos outros ganhando tantas coisas. isso não pode ser um incômodo, nunca.

ítalo.

2 comentários:

Mackeli Cypriani disse...

Grande Lu! esse sabe torcer =)

Anônimo disse...

Eh lindo vê-lo torcer pelo corinthians e fazer comentários sobre futebol, parece gente grande. Beijo grande, meu Anjo de Luz. Sua mãe.