domingo, 27 de novembro de 2011

gritei gol

quando o corinthians fez 1x0.

quando o vasco fez 1x0.

quando o fluminense empatou.

quando o vasco fez 2x1 eu gritei mais alto ainda.

e não gritei gol quando o ronaldinho gaúcho marcou. porque aquilo era jogo tosco-sem-importância.

porque pra mim todo mundo deveria ganhar hoje: corinthians, vasco e fluminense.

e eu não garanto nada até domingo que vem, nem durante o jogo do domingo que vem. sou capaz de comemorar qualquer resultado.

porque assim o futebol empolga. quando ignora o "já acabou".

ítalo.

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

sou corinthiano


pelo meu irmão, luigi, de 8 anos, que escolheu torcer pelo timão desde que passou a curtir futebol. escolheu e não mudou. e por mais que rolem as brincadeiras de sempre em casa, uma vez que eu e meu outro irmão somos flamenguistas, eu torço pelo corinthians para vê-lo vibrando assim como tem estado. porque eu sei o que é vibrar por um time, por um título.

ele vibrou, neste domingo, graças ao mesmo jogador que me fez vibrar em 09. pouco me importa a vida do adriano. só me importa o fato de ele ser matador e saber fazer feliz o torcedor do time pelo qual ele joga.

o torcedor fanático do flamengo comemora o gol do adriano pelo fato de isso colocar o vasco como sério candidato ao vice-campeonato. pode até ser, mas eu não vejo e não sinto assim. porque não me incomodo em ver time carioca ganhando título. o futebol é grande demais para se apequenar assim. se eu for me sentir mal por cada vitória ou título de times rivais, eu não vivo. prefiro me sentir feliz pela felicidade de pessoas próximas a mim, por quem tenho muito gosto.

eu poderia torcer para que o vasco se sagrasse campeão, porque tenho amigos vascaínos que muito considero e pelos quais torço. mas prefiro ver meu irmão, em casa, comemorando um título que ele não pôde comemorar ano passado, por exemplo. e vou com ele, sim, pras ruas da cidade, caso se confirme tal conquista. 

o resto é resto.
no final da vida, a gente vai ver muito nosso time e tantos outros ganhando tantas coisas. isso não pode ser um incômodo, nunca.

ítalo.

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

por duas vezes

o futebol me fez sentir gosto, muito gosto, neste brasileirão.


obrigado, santos 4x5 flamengo.


obrigado, fluminense 5x4 grêmio.

que venham outros!

ítalo.

domingo, 13 de novembro de 2011

1998


eu estava lá. na última vitória do flamengo no couto pereira. meu irmão estava lá. meu pai estava lá.


eu e meu irmão estávamos lá. no último coxa x fla pelo brasileirão. de 09. ano em que o coxa foi rebaixado, ano em que o fla foi campeão.

já falei pro meu pai, ou tu vais ao couto, ou já era ganhar lá.

ítalo.

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

o time do ano


não é necessariamente o melhor time do país.
(até mesmo porque pra mim não há um melhor time)
nem aquele que ganhará tudo. (ou pode ser que sim).

mas o time que mais chama a atenção pelos resultados
obtidos. ainda mais pela sua recente história de muitos
naufrágios.

a cruz de malta se reergueu e está sendo bonito de ver.
e que fique lá por cima, lugar dos grandes - e suas histórias -
desse país.

ítalo.

domingo, 6 de novembro de 2011

twitt fora do twitter #10





nada como o futebol


pra te mostrar que num dia tu levas um sacode e no outro tu sacolejas.


né?




ítalo.